Colaboradores

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Rascunho

- Triste ilusão a minha quando achei que me escreveria. Te juro nem queria bater a porta, mas foi
...
assim,
do jeito,
como a mão pedia
foi piscada rápida, entende?
então, que triste queria um postal singelo seu, um pouco de atenção e a culpa não foi de ninguém.
Culpa é mesquinho demais.
Mas sou incompleta agora.
nem culpa
só vontade.

Flávia Pereira

Um comentário:

Fernanda Moreno disse...

Nossa Flá... muita poesia... lindo