Colaboradores

domingo, 2 de março de 2008

A insegurança se segura na insegurança da alucinação
Elas...

De leve tocam os lábios
Pelas mãos lisas
Nos meus... sinto

No cheiro feminino há grandeza indistinta
Suavidade avasaladora

No corar dos ombros
Há a fraqueza do outro
Que perde-se
Na opressão dos feminis ombros

O olhar profundo
Enganador
Conquistador
Leva-te à imensidão
...

Elas passam por mim
Largam vestígios de si
e passam...

Cada olhar uma paixão
Cada perfume de pele um delírio

Alucinadas
Alucinados

Por um contorno
Um desejo

Elas tocam o chão
Ultrapassam a realidade

São suas mãos
Seus fios (rebeldes) de cabelo
Que me perdem em mim mesma

A cada toque
Tumulto
Interno e externo
Meu e seu

Causado por alucinógenas mulheres...

Fernanda Oliveira

Um comentário:

Hiro disse...

essas mulheres rs rs rs ...
são de atena?